As principais competências de um organizador de jogo

No futebol moderno, em que o meio campo é, reconhecidamente, a zona nevrálgica do terreno, onde se decide o jogo, o organizador de jogo tornou-se a peça chave de uma equipa de futebol de alto nível; veja-se, por exemplo, como alguns dos mais famosos jogadores do mundo desempenham esta função.

Mas, o que é, afinal, um organizador de jogo? Normalmente é um médio de cariz ofensivo que atua preferencialmente na parte mais adiantada do meio campo, na zona central, mas com facilidade de deslocamento para as faixas. Saiba o que é um organizador de jogo e conheça as suas competências principais.

Apoia os médios defensivos

Tendo em conta que o processo ofensivo se inicia a partir do meio campo ofensivo, o trabalho do organizador de jogo inicia-se com o apoio aos médios defensivos na reconquista da posse de bola; só assim se consegue uma abordagem global do jogo ofensivo, carrilando o transporte de bola até à zona ofensiva.

Lidera o processo de pressão alta

Quando o adversário está em posse de bola, o organizador de jogo deve liderar o processo de pressão avançada, promovendo a chamada “pressão alta”, destinada a recuperar a bola o mais depressa possível. Esta missão tem o condão de impedir ou dificultar o lançamento de contra ataques rápidos da equipa adversária e evitar desequilíbrios defensivos.

Comanda a equipa em termos estratégicos

O organizador de jogo é o líder de todo o processo ofensivo nos lances de ataque apoiado. Assim, ele é a voz de comando em termos estratégicos; é a ele que o treinador confia esse papel de liderança, exigindo-se também a toda a equipa que rapidamente coloque em campo os mecanismos que devem ser automatizados a partir dos treinos.

Raciocina rapidamente

Uma das competências essenciais que se exige a este tipo de jogador é o raciocínio rápido na definição das estratégias mas também no momento do passe; esses passes constituem o lançamento de todo o processo ofensivo pelo que devem ser executados com rapidez e precisão, de forma a surpreender o adversário.

Apoia os movimentos da equipa para as faixas laterais

O organizador de jogo deve ter uma grande capacidade de movimentação no terreno, ou seja, deve ser muito rápido a apoiar os movimentos da equipa para as faixas laterais. Ele deve apoiar com prontidão os médias-ala ou avançados que atuam nas faixas laterais do terreno.

Apoia a ação do ponta de lança

O organizador de jogo deve ter uma grande qualidade técnica para que possa entrar na zona central de finalização a fim de dar apoio direto ao ponta de lança, esperando-se dele que seja capaz de entrar em tabelas curtas com os avançados na entrada rápida na área adversária.

Funciona como um “box-to-box”

Este tipo de jogador deve transportar o jogo desde a sua própria área até à grande área adversária (daí o termo box-to-box). Por outras palavras, deve assumir o papel de transportador de jogo vertical.

Excelente capacidade física

Todas as competências apontadas acima exigem do organizador de jogo uma excelente preparação física. Nas estatísticas dos jogos é frequente verificarmos que este jogador é um dos que percorre mais quilómetros durante um jogo. Dele se exige resistência mas também potência física, até porque atua preferencialmente na zona de maior pressão do adversário.

De todas estas competências resulta uma conclusão: o organizador de jogo é um atleta polivalente, ou seja, dele se exige um pouco de tudo o que se pede a qualquer atleta com exceção do guarda-redes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s