As principais manifestações de carinho que os adeptos dedicam à sua equipa

O futebol é o desporto rei. É, talvez, o desporto mais praticado no planeta. Em qualquer canto do mundo se pode encontrar um grupo de miúdos ou graúdos, na rua ou num campo qualquer das redondezas, a esfalfarem-se e a jogarem para marcar os melhores golos, fazer as melhores defesas. Durante o tempo de jogo todos são estrelas, as maiores. Quando termina o jogo são os maiores adeptos. Torcem pelo seu clube fervorosamente. Discutem estratégias, táticas e decisões tomadas pelos treinadores, pelos jogadores e até pelos árbitros. Escondido por detrás desta faceta mais adulta, está o miúdo de sempre; o que vibra com cada golo, o que ama cada passe e agradece aos deuses do relvado. Toda esta paixão é demonstrada das mais variadas formas pelos tifosi. Eis uma lista com algumas destas formas:

Cânticos

Todo o adepto de futebol sabe, pelo menos, um cântico. Mesmo que não do seu clube, sabe trautear um qualquer hino – ainda que desconheça a letra. Qual é o adepto que não se arrepia ao ouvir o sóbrio, e quase religioso, You’ll Never Walk Alone ou que fica indiferente aos fervorosos ritmos e cânticos dos adeptos sul-americanos? Nos estádios, muitas vezes acompanhados de bombos e, em alguns casos, de instrumentos de sopro, são os cânticos que dão alento à equipa. Mantêm o espírito dos adeptos vivo. Chamando por um ou outro jogador – por vezes até pelo treinador – são uma forma de comunhão de milhares onde o afeto se expressa a uma só voz.

Coreografias

Esta é a “parte visível” dos cânticos. Desde o simples saltar para baixo e para cima a cantar até à mais complexa encenação, a coreografia é uma parte fundamental do espetáculo do futebol moderno. Uma espécie de ritual intimidatório para os adeptos rivais, as coreografias modernas são assombrosas. Exemplos de coreografias fantásticas chegam de todos os cantos do mundo: papel higiénico (como nos estádios argentinos), confetti, papéis com as cores do clube da casa e cachecóis erguidos são usados para preparar coreografias verdadeiramente assombrosas para qualquer adepto rival. Numa coreografia bem preparada, bandeiras gigantescas com os heróis, mascotes ou frases de ordem estendem-se pelas bancadas ou são erguidas por alguns adeptos para intimidar os rivais.

Respeitar o jogo quando se vai ao estádio e incentivar os jogadores da sua equipa

É importante o adepto seguir o jogo. No estádio, principalmente, para poder incentivar os “seus” jogadores. Bater palmas quando se vê uma jogada inteligente, uma finta maravilhosa, um remate estrondoso ou uma defesa impossível. Gritar frases de incentivo ao seu jogador favorito. Festejar golos em conjunto com os jogadores. Porém, é importante respeitar os adversários e o jogo pelo jogo e as palmas podem sobrar para uma boa jogada do adversário. Acima de tudo, incentivar a equipa; mas cuidado com as manifestações excessivas (p. ex.: petardos) pois costumam penalizar as equipas mais do que os adeptos.

Pedir a camisola aos jogadores

Uma boa demonstração de carinho é a de pedir a camisola ao jogador favorito. Fazer cartazes com o nome do jogador e acenar vigorosamente. Pedir a camisola é mais do que ter a camisola do clube, é fazer sentir àquele jogador em particular que se tem carinho por ele. Esta acaba por ser uma forma de apoiar a equipa. Se os jogadores se sentirem queridos pelos seus adeptos acabam por dar o melhor pela sua equipa e, inadvertidamente, pelos que a apoiam.

Acompanhar a equipa

Dizem que são loucos da cabeça. Já se correram milhões de quilómetros para acompanhar equipas de futebol para os quatro cantos do mundo. Em grupo, sozinho, o adepto desloca-se com a paixão de mil homens para ir ver a sua equipa jogar e, se possível, triunfar em qualquer estádio. Jogos em casa estão garantidos. Jogo fora? Junta-se pessoal, faz-se uma vaquinha, vai-se a pé… mas vai-se! A chover, a trovejar… ao inferno! O importante é estar lá! Mostrar aos que estão dentro de campo que se está ali, com eles. Para ganhar, para perder? Não interessa, está-se lá!

Receber a equipa quando regressa das deslocações

Assim como há adeptos que se deslocam para todo o lado com a equipa, há os que não podem fazê-lo. A esses restará ir buscar a equipa onde for possível ir. O adepto demonstra que só não foi porque não podia, mas que esteve presente e que está presente. A equipa vai gostar de ser bem recebida, vai gostar de se sentir apoiada nos momentos menos felizes, vai gostar de festejar as conquistas. Receções no estádio também fazem parte dos festejos, quando há motivos para festejar

Apoiar em momentos menos felizes

O adepto pode acompanhar a equipa para qualquer lado. Mesmo que não sofra de mau perder qualquer adepto quer, acima de tudo, ganhar. Mas, nem sempre o jogo corre como desejado; nem sempre o adversário é fácil ou se deixa bater. É importante para o adepto perceber quanto dão os “seus” jogadores. É importante perceber o trabalho que a equipa técnica faz para que jogo a jogo lute para não perder. Acreditar que a equipa dá tudo por tudo. É quase obrigatório o adepto apoiar a sua equipa num momento menos feliz. Isto, claro, não significa que deva abandonar o seu sentido crítico, até porque é precisamente aqui que ele estará, talvez, mais em jogo.

Estar presente nos treinos, se possível

Um adepto fervoroso acompanha a equipa até nos treinos. Perceber as limitações dos jogadores do plantel. Ver o que faz o treinador. É importante para a equipa perceber que o adepto está lá, pois motiva bastante. Os jogadores sentem que têm de trabalhar para impressionar – para além do seu treinador – os mais críticos treinadores de bancada. Estar presente é importante para o adepto também; precisamente porque o habilita para melhor criticar a equipa quando esta é menos feliz. Convém não esquecer que criticar, para um adepto, é uma forma de demonstrar preocupação pelos seus. Os treinos também são ótimos sítios para pedir camisolas e receber autógrafos. O verdadeiro adepto não hesitará.

 

Estas são algumas das manifestações de carinho possíveis. Outras existirão para que o desporto saia a ganhar.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s